Durante a semana de 09 a 13 de maio, a nossa escola animou-se com a Semana das Línguas, durante a qual foram dinamizadas diversas atividades, para celebrar a unidade da diversidade linguística, coordenadas pelo Departamento de Línguas.

Assim, no dia de abertura, foi convidado o grupo “Varejenta”, constituído pelo professor Roberto Moniz (viola de arame e voz) e pela Lara Nunes (rajão), que promoveu um concerto didático intitulado “A música e a literatura” sobre o texto poético e os regionalismos contidos nas letras das canções tradicionais e populares da Madeira e do Porto Santo para as turmas 7.ºE e 9.ºC.

Já no dia 10 de maio, dia dedicado à disciplina de Português do 3.º ciclo, numa parceria com a coordenadora da biblioteca da nossa escola, foi dinamizada a atividade “Escrita com arte”. Neste encontro com o senhor António José Gomes, proporcionou-se uma conversa muito agradável em torno da caligrafia inglesa, francesa e gótica. As turmas 7.ºD e E foram duas das turmas contempladas numa visita à biblioteca para observarem vários documentos escritos com primor e rigor e para ouvirem as várias explicações/informações e histórias contadas pelo senhor António José Gomes.  Os alunos gostaram imenso e referiram que tudo o que lhes foi transmitido revela o grande talento do nosso convidado. Neste dia, também foi projetado o filme “Romeu e Julieta” para as turmas D e E do sétimo ano a propósito do estudo da obra de leitura integral Leandro, Rei da Helíria, de Alice Vieira.

Já no dia 11 de maio, foi dinamizada uma Oficina de Teatro pelo docente Rui Barata, com a turma do 5.ºC, da responsabilidade do conselho de disciplina de Português do segundo ciclo. Ainda neste dia, o conselho de disciplina de Francês organizou uma exposição alusiva ao meio ambiente e os alunos procederam à seleção de música francesa que foi projetada na rádio escola.

No dia 12 de maio, dia dedicado ao Inglês do segundo ciclo, houve a dramatização da short story "The lucky envelope" pelos alunos de quinto ano autopropostos que frequentam o Projeto "Competências+". A mesma decorreu em dois momentos, no intervalo das 11h15 e no intervalo das 14h45, no corredor que medeia os pavilhões zero e um. As vozes dos alunos foram gravadas e os docentes procederam à montagem (com efeitos sonoros a acompanhar) por forma a que se tornasse percetível através da emissão na Rádio Escola.

Ainda neste dia 12 de maio, foi proporcionado, pelo Departamento de Línguas, um lanche para todos os professores que quiseram participar. Viveram-se momentos muito agradáveis, de boa disposição, sendo um convívio muito salutar.

O dia 13 de maio foi dedicado à Educação Especial. Assim, o psicomotricista Pedro Pereira, do Centro de Recursos Educativos Especializados, veio à escola das 9h45m às 10h30m discorrer um pouco sobre o papel do psicomotricista e realizar algumas atividades práticas de equilíbrio postural. Esta sensibilização foi realizada no ginásio da escola para uma turma do nono ano.

Ao longo da semana, o conselho de disciplina de Inglês promoveu sessões de cinema para todas as turmas de 7.º, 8.º e 9.º anos nas salas de aula.

Chegamos, desta forma, ao fim de mais uma Semana das Línguas. Desta maneira, o Departamento de Línguas agradece a todos os envolvidos, desde alunos, que se comportaram muito bem e demonstraram interesse e curiosidade pelas atividades promovidas; professores que se empenharam, organizaram, participaram nas atividades dinamizadas e acompanharam os alunos; coordenadora das instalações, professora Gabriela, que disponibilizou o ginásio da escola; funcionários que se envolveram para que tudo corresse bem, nomeadamente a chefe dos funcionários (D. Delta), a D. Teresa, a D. Cecília, a D. Gorete, a D. Maria José, a D. Susana e D. Noémi. Um agradecimento extensivo ao Conselho Executivo pela colaboração e por, uma vez mais, ter permitido que se vivenciasse uma semana intensa de atividades na escola.

 

No âmbito do Programa Erasmus +, a Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos levou, de 16 a 20 de maio, a Uherské Hradiště, na República Checa, dois docentes e quatro alunas do 8.º ano para participarem no primeiro intercâmbio escolar inserido no projeto intitulado “Protect Earth, Save Life!”. Os restantes parceiros deste projeto são: Základná škola, ČSA 22, Prešov (Eslováquia), Ies Maria Sarmiento (Espanha) Istituto Omnicomprensivo San Marcello Pistoiese (Itália) e Základní škola a Materská skola, Uherské Hradiště (República Checa).

Pela primeira vez, um grupo de alunos participante no projeto Erasmus+ ficou hospedado em famílias de acolhimento, para vivenciar mais de perto a cultura e as tradições, por forma a compará-las com as nossas. Durante a semana, foram realizadas diversas atividades, que ajudaram na integração dos alunos de todos os países, sempre com o foco na ecologia e proteção ambiental.

O primeiro dia de atividades teve início com o acolhimento dos participantes, pela diretora da escola, numa cerimónia que contou com atuações de dança de alguns alunos que frequentam o jardim de infância, na escola. De seguida, os alunos dos vários países parceiros efetuaram uma apresentação das suas escolas e, realizou-se uma visita guiada pelas instalações da instituição organizadora. Ainda neste dia, mas na parte da tarde, fomos recebidos na Câmara Municipal de Uherské Hradiště, pelo seu vice-presidente e efetuamos uma visita guiada pelo centro da cidade.

No segundo dia, a manhã foi passada no Kovozoo, um interessante conceito de Jardim Zoológico, em que os animais são construídos a partir da reutilização do metal, que é enviado para a reciclagem. Depois do almoço, em que degustamos alguns dos pratos típicos da região, fomos ver a Basílica de Velehrad e continuamos a nossa visita para o Living Water Modrá, onde vimos esturjões com quatro bigodes, que são os melhores para fazer caviar.

O terceiro dia foi o mais calmo, passamos o dia no Rochus, que consiste numa área natural e histórico-cultural, onde aprendemos um pouco sobre a história do lugar, vimos construções a representar como se vivia em diferentes épocas, na região da Morávia, onde se localiza Uherské Hradiště. Durante o dia, foram realizadas oficinas de trabalhos manuais, em arame e cerâmica e, ao almoço provamos o “Gulaš” e à sobremesa um bolo chamado de “rozcuchanou nevěstu” (noiva desgrenhada). Por fim, realizamos uma caminhada até à capela Rochus.

No quarto dia, fomos até ao Zoo de Zlín, a maior cidade perto de Uherské Hradiště. Imediatamente após a chegada, todos os alunos foram divididos em equipas internacionais (os grupos foram sorteados durante a viagem de autocarro) e realizaram tarefas ao longo da manhã (Ver aqui). Todas as equipas tinham um elemento de cada nacionalidade, mas isso não impediu ninguém de aproveitar o dia ao máximo.  Algumas das tarefas também se concentraram em como o Zoológico de Zlín aborda a proteção ambiental. Na parte da tarde, visitamos a cidade de Zlín e aproveitamos para comprar lembranças.

No último dia, as atividades foram realizadas na escola. Mais uma vez o foco foi o tema da reciclagem. Durante toda a manhã criamos, a partir de materiais recicláveis (latas), o logótipo do nosso projeto. Além do logótipo, os alunos também fizeram verdadeiras obras de arte, com latas e com tinta spray. Depois do almoço, na sala de informática, relembramos toda a semana, através da visualização de algumas fotografias e jogamos um Kahoot, com questões sobre toda a mobilidade e sobre a proteção ambiental. Por fim, a semana foi encerrada pela diretora Marie Leitgebová, com a entrega dos certificados a alunos e professores.

Esta mobilidade possibilitou a aquisição e melhoria de um leque alargado de competências, nomeadamente ao nível das habilidades de linguagem, proteção ambiental, o contato com uma realidade cultural completamente diferente da nossa, nomeadamente ao nível dos hábitos alimentares e a vivência de experiências espetaculares que tanto as alunas como os professores dificilmente vão esquecer.

Clique aqui para aceder as fotografias.

 O Coordenador do projeto,

Miguel Chicória

Docente a acompanhar os alunos:

Sandra Vasconcelos

Decorreu no passado dia 4 de maio o 2.º Conselho Eco-Escolas do presente ano letivo.

Estiveram presentes na reunião representantes do órgão de gestão, do pessoal docente e não docente, dos encarregados de educação e dos alunos da nossa Escola, bem como da autarquia local.

Foram convidados para esta reunião os alunos e a Diretora de Turma da turma 6.ºB, pela sua participação em vários projetos e atividades do programa Eco-Escolas ao longo do ano.

Na reunião, foi apresentado o resultado da auditoria ambiental realizada durante o 2.º período, o Plano de Ação em vigor e um resumo das atividades desenvolvidas.

A participação ativa de muitos elementos da nossa comunidade tem sido fundamental para o alcance dos objetivos estabelecidos.

Gratos a todos pela colaboração.

Podem consultar a apresentação do Conselho Eco-Escolas aqui.

   

Professoras Responsáveis

Ana Maria Vieira

Cláudia Miguel

No âmbito da participação na 11ª edição da Campanha Escola Electrão já foram feitas na nossa escola, este ano letivo, três recolhas de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE), pela empresa Madeira Waste Recycling, num total de 2.943 kg.

Este ano participámos, pela primeira vez, no desafio Repórter Electrão, promovido pela campanha, com a criação de uma reportagem sobre a reciclagem de equipamentos elétricos e eletrónicos. A reportagem, orientada pelas coordenadoras do programa Eco-Escolas, contou com a participação de três repórteres voluntários da turma 6.º B, os alunos David Santos, Joana Abreu e Matilde Silva, que estão de parabéns pelo seu desempenho.  

Pode visualizar a reportagem clicando aqui.

A nossa escola está de parabéns, pois foi premiada pela reportagem enviada a concurso (entre 42 trabalhos enviados a nível nacional).

Informação recebida na escola

"E OS VENCEDORES SÃO...

No 2.º ciclo, o vencedor foi o trabalho da Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos. Fizeram um excelente trabalho de edição e análise de informação e os repórteres parecem quase profissionais."

Até ao final do mês de junho continuaremos a recolher REEE. Poderão continuar a ser entregues na escola: pilhas, lâmpadas e eletrodomésticos em fim de vida, colocando nos ecopontos existentes em vários espaços escolares. Contamos com a colaboração de todos para aumentar a quantidade de resíduos corretamente encaminhados.

 

Ecopontos REEE

Projeto Eco-Escolas

 Professoras Responsáveis

Ana Maria Vieira

Cláudia Miguel

 

Num mês dedicado ao indivíduo celíaco, no dia 16 de maio, iremos celebrar na nossa escola o Dia da Consciencialização da Doença Celíaca.

A doença celíaca (DC) não é uma moda, nem uma alergia! É uma doença CRÓNICA e AUTOIMUNE, que surge na sequência da ingestão de glúten em indivíduos geneticamente suscetíveis e que se caracteriza por atrofia das vilosidades do intestino delgado, dificultando a absorção dos nutrientes dos alimentos ingeridos.

Por sua vez, o glúten é uma proteína que está presente nos cereais: trigo, centeio e cevada.

O único tratamento conhecido e eficaz para a doença consiste numa Dieta Isenta de Glúten RIGOROSA, para toda a vida, a qual requer a eliminação destes cereais. Só assim permite que o intestino regenere por completo das lesões e o organismo recupere, traduzindo-se na diminuição dos sintomas e na melhoria do estado nutricional do celíaco de forma geral.

É uma doença rara?

Não, de acordo com o único estudo realizado em Portugal a prevalência é de cerca de 1% da população portuguesa. No entanto, ainda se revela uma doença sub-diagnosticada, estimando-se que na Europa existam 2 a 5 milhões de indivíduos não diagnosticados.

Que sintomas pode apresentar?

Pode caracterizar-se por uma grande variedade de sintomas, podendo atingir o organismo com maior ou menor severidade, ou até mesmo permanecer assintomática. Os sintomas clássicos (mais comuns em crianças) são, por exemplo: a distensão abdominal, dor abdominal, diarreia, obstipação crónica, atraso no crescimento ou irritabilidade; e os sintomas atípicos (geralmente em adultos) poderão ser infertilidade, abortamentos de repetição, anemia por deficiência de ferro, osteopenia precoce, cefaleia, depressão, entre outros.

A dieta isenta de glúten tem de ser mesmo rigorosa?

SIM! A mais ínfima quantidade de glúten que seja ingerida pode ser prejudicial, sendo que a adesão à dieta resulta na remissão de sintomas e lesões intestinais, que podem ressurgir com o não cumprimento da dieta ou por contaminações involuntárias.

O que é a contaminação cruzada?

Entende-se contaminação cruzada como a quantidade de glúten presente num alimento sem ser parte constituinte do mesmo mas adquirido. Por exemplo, durante o processo de confeção de uma massa sem glúten usar a mesma colher para mexer, que foi previamente usada para mexer a água da massa com glúten, ou usar a mesma faca que cortou o pão com e sem glúten. Ou até na partilha de uma torradeira usada para alimentos com glúten.

Para que um produto ou refeição possa ser considerada totalmente isenta de glúten, não basta que a mesma seja confecionada com ingredientes isentos de glúten, é preciso que tanto durante o armazenamento, como na confeção e no serviço, sejam observados rigorosos procedimentos que evitem qualquer possibilidade de contaminação.

Esta contaminação cruzada, de todo não desprezível, pode levar a sinais e sintomas e eventualmente a doenças e complicações graves a longo prazo.

Torna-se, assim, imprescindível a implementação de uma dieta isenta de glúten RIGOROSA E PARA TODA A VIDA!

Enviamos em anexo um folheto: “Faça um check-up ao que sabe sobre a Doença Celíaca”, da Associação Portuguesa de Celíacos, no qual poderá obter informação mais detalhada, nomeadamente como pode efetuar o rastreio da doença.

Se pretender obter mais informações sobre a doença, consulte o site da Associação Portuguesa de Celíacos em www.celiacos.org.pt/na-escola/, ou contacte diretamente: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou 217 530 193.

 

No próximo dia 16 de Maio iremos celebrar o Dia da Consciencialização da Doença Celíaca, em contexto escolar, através da leitura de contos infantis, visualização de vídeos informativos e outras atividades dirigidas às crianças.

Junte-se a nós e vista o seu educando de AZUL no dia 16 de maio!

Para comemorar o dia "Mundial da Árvore e da Poesia", as turmas do 8.º A e 8.º B, desenvolveram uma atividade que poderá ser vista no vídeo que elaboraram em conjunto.
 

As docentes responsáveis pelo Projeto África informam que a partir do dia 23 de março de 2022 terá início a última fase deste projeto que consiste na recolha de material escolar. Assim, solicitam ao pessoal docente e não docente, aos alunos e encarregados de educação que façam as suas doações de material escolar (canetas, lápis, borrachas, cadernos, entre outro material escolar de pequeno porte) e o depositem na caixa que se encontra no piso inferior do pavilhão zero junto à cabine telefónica até ao dia 31 de março.
 
 A equipa coordenadora

No passado dia 16 de março de 2022 realizou-se na nossa escola a Conferência/ ação de sensibilização sobre direitos e deveres do consumidor, denominada “Seja um consumidor informado!”, que contou com a presença da Dr.ª Cristina Silva, em representação da Direção de Serviços do Consumidor.

Os participantes foram interventivos a colocar as suas dúvidas e demonstraram agrado acerca dos temas que foram abordados.

Agradecemos a tod@s os que participaram nesta iniciativa.

As professoras dinamizadoras da atividade.

Marsília Abreu

Susana Corriça

No passado dia 9 de março, na Sala do Futuro, as turmas do 7.º B e 7.º C tiveram a oportunidade de viajar em vários países da Europa através dos óculos de Realidade Virtual, utilizando a app “Sites in VR”. Esta atividade foi realizada em parceria da professora de Geografia, Lina Melo com a monitora do Clube de Informática Marlene Neves e está integrada na atividade do Plano Anual de Escola “A Tecnologia na Sala de Aula” bem como no projeto interdisciplinar “Eu e o Espaço”.

Através da app “Sites in VR”, os alunos visitaram vários locais e monumentos da França, Itália, Bélgica, Países Baixos, Alemanha Grécia entre outros, fazendo a localização dos mesmos no mapa político.

Ao longo da atividade, os alunos revelaram muito entusiasmo e interesse.

As docentes responsáveis:

Lina Melo

Marlene Neves

Frequentemente somos confrontados com contactos para a subscrição dos mais variados serviços. Mas será que temos conhecimento dos nossos direitos e deveres enquanto consumidores?

Assim, as docentes Marsília Abreu e Susana Corriça estão a organizar a conferência/ação de sensibilização sobre direitos e deveres do consumidor, denominada “Seja um consumidor informado!”, destinada aos encarregados de educação, que contará com a presença da Dr.ª Cristina Silva, representante da Direção de Serviços do Consumidor.

Para sermos cidadãos mais informados gostaríamos de convidar também todo o pessoal docente e não docente a assistir, no próximo dia 16/03/2022, pelas 18:30h, na sala de sessões com a duração aproximada de 60 minutos.

Contamos com a sua presença!

Faça aqui a sua inscrição até ao dia 15 de março.

Parceiros Institucionais